Header

Sagrada Face do Santo Sudário

“Olhe para a Face de Jesus. Lá você verá como Ele nos ama.” Esta frase de Santa Teresinha faz-nos pensar numa antiga e piedosa devoção: a Santa Face de Jesus Cristo.

Esta era uma das principais devoções da jovem carmelita de Lisieux, tanto assim que ela escolheu como nome religioso Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face. Em uma de suas cartas para a irmã Celina, numa época em que o pai, Sr. Martin, estava internado e muito doente, a santa escreveu:

“Jesus arde em amor por nós... Olhe sua face adorável!... Olhe estes olhos fechados e abaixados!... Olhe essas chagas... Olhe para a Face de Jesus. Lá você verá como Ele nos ama.” (Carta 87).

 

Sagrada Face.jpg

Em 2012, por ocasião da Quaresma, o Pe. Lourenço Isidoro Ferronatto, através da Associação Católica Nossa Senhora de Fátima, convidou nossos amigos e benfeitores a contemplar a Sagrada Face de Cristo e, assim, se preparar para a Semana Santa e para a Páscoa. A todos, enviou como presente a fotografia do Santo Sudário de Turim.

Para algumas pessoas, é difícil meditar nos sofrimentos de Jesus, pois se sentem mais atraídas pelas alegrias de Sua vida. Entretanto, é preciso saber contemplar todos os aspectos da vida de Nosso Salvador: os alegres, os luminosos, os gloriosos e os dolorosos também, como fazemos no Rosário.

O semblante divino de Cristo nos convida a que rezemos junto com Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face: “Sob esses traços desfigurados, reconheço Vosso infinito amor e desejo ardentemente Vos amar e tornar-Vos amado por todas as pessoas.”

Desejamos ardentemente seguir o exemplo de Santa Teresinha e recolher as lágrimas que correram com tanta abundância dos divinos olhos de Jesus, verdadeiras pérolas preciosas, que, com seu valor infinito, resgatam as almas dos pecadores.

É por esta razão que a Associação Católica Nossa Senhora de Fátima está empenhada na divulgação da devoção da Sagrada Face de Jesus nos lares brasileiros. Ela é inspirada em diversas passagens da Bíblia e nos Evangelhos e tem a sua origem nos primeiros séculos de vida da Igreja.

Os Salmos ecoam, repetidas vezes, a comovedora súplica do povo eleito: “Fazei brilhar a Vossa face sobre nós”. Mas é apenas no Novo testamento, com a vinda de Jesus à terra, que a face de Deus toma as feições de um rosto humano, que se pode ver e contemplar.

Cristo afirmou taxativamente “Quem me vê, vê o Pai” (Jo 14, 9) e, no alto do Monte Tabor, Ele se transfigurou diante de alguns apóstolos escolhidos e seu rosto ficou cheio de luz, refletindo a sua divindade.
 A devoção à Sagrada Face, entretanto, contempla o rosto sofredor de Jesus, ensanguentado e esbofeteado durante a Paixão. É a Face de Cristo no Horto das Oliveiras, na flagelação, na coroação de espinhos, e no caminho do Calvário, levando a cruz às costas.

Conta-nos os Evangelhos que, após a morte na cruz, José de Arimateia envolveu o Corpo de Cristo em panos de linho para sepultá-lo. Quando Pedro e João chegaram ao sepulcro, após a Ressurreição, viram “os panos postos no chão” e “também o sudário que estivera sobre a cabeça de Jesus” (Jo 20 6, 7).

Um grande lençol envolveu o Corpo inteiro e um véu a Sagrada Face. Por ter sido dobrado várias vezes, quatro imagens de Jesus ficaram estampadas no tecido. Elas estão guardadas em Santuários, como Oviedo, na Espanha, Manopello e Turim, na Itália. Nos últimos tempos, o Sudário de Turim tem sido estudado por diversos cientistas de vários países.

A tradição da Igreja nos fala também do véu de Verônica, que enxugou a Face de Cristo, ensanguentada no caminho do Calvário, e que, milagrosamente, ficou estampada no tecido. Apesar de não ser relatado nos Evangelhos, a piedade popular inseriu o episódio em uma das estações da Via Sacra.

Participe também desta iniciativa, ajude-nos a propagar a devoção da Sagra Face pelos lares brasileiros, entre em contato conosco através do e-mail:

[email protected]

Ou fale conosco pelo telefone:

(11) 2971-9040

| print | email Indicar |
5
Votos: 6
Todos os direitos de copyright reservados a Associação Católica Nossa Senhora de Fátima.